Cidade de Nerferi - Altar de Adoração de Lutzar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cidade de Nerferi - Altar de Adoração de Lutzar

Mensagem por Ali Alkahaz em Sex 12 Fev 2016 - 11:02

Nome do Lugar: Altar de Adoração de Lutzar
 
Amplitude: Cem metros de lado, vinte metros de altura.
 
Histórico: Na verdade não se trata só de um altar, é um verdadeiro monumento de adoração a Marilis, o erro de interpretação que se pode cometer pelo nome é que Lutzar não é o alvo da adoração do lugar, mas sim o seu construtor. Fizeram questão de deixar nome do elfo na estrutura para que não caísse no esquecimento. Para deixar mais claro seu nome completo era Lutzar Fandoro Vandra, um dos seis heróis que derrotaram a rainha Nialta.
 
O altar fica no topo de uma pirâmide de degraus decorada nas laterais com várias imagens que ilustram a história do povo de Nerferi, da fundação do culto secreto até a ascensão do Senado, foi construído por cima do lugar de adoração a marilis erguido pela Terrível. Foi um ato simbólico para jogar a monarca no esquecimento apagando os traços de sua influência detestável.
 
Neste altar são feitos os sacrifícios em nome do Deus Trapaceiro, o sangue escorre pelos degraus da pirâmide e o povo em seu culto maligno fica com tigelas para aparar o sangue e festejar com ele das maneiras mais horrendas possíveis.
 
Quem realiza os rituais agora é uma elfa chamada Ferva, a sacerdotisa local que lidera os cultos e as festividades da cidade. É uma elfa muito influente, pois a vertente ideológica nos Neferinos é muito enraizada e valorizada, ou seja, quem cai nas graças de Ferva pode ter uma ferramenta poderosa para manipular o povo em seu favor, por isso o apoio da sacerdotisa é altamente disputado pelas Famílias do Senado. Atualmente ela está sob a proteção da família Caligari.
 
Há um boato de que no topo da pirâmide há uma tipo de ponte de ligação com o Inferlis onde alguém se conseguir pode tentar contatar um bartalun para conseguir poder em troca de sua alma, por isso acreditasse que existem bartaluns infiltrados em Nerferi, não que isso seja uma coisa ruim, mas se isso for verdade e a notícia do portal se espalhar a uma séria chance de que a cidade deixe de ser um lugar de elfos do céu para se tornar um ninho de criaturas inférlicas.
 
O altar é feito de ossos de vítimas de sacrifício, geralmente as que serviram de alimento, por isso ele está sempre se tornando maior e mais horrendo conforme o tempo passa e os sacrifícios seguem em frente. É lá também que as tropas recebem a benção da sacerdotisa antes da batalha se encharcando com o sangue de vários elfos, geralmente prisioneiros, para incorporarem o frenesi da guerra e partirem para saciar sua sede de morte nos reinos vizinhos além de deixarem-nos com um aspecto horrendo com suas roupas sujas de lama, sangue e pedaços de órgãos.
 
Características Populacionais: Não há residentes no altar, mas se tivermos de considerar as proximidades, os habitantes desse lugar são todos... Elfos do Céu.
 
Clima: Chuvoso e gélido. Particularmente se fosse possível fazer turismo em Nerferi a época do inverno seria muito rentável para visitar aquela imensa pirâmide coberta de neve, com pedaços de corpos congelados pendendo dos lados e minúsculas estalactites de sangue e outros fluídos congelados que brilham e cintilam durante a noite refletindo a luz de qualquer fonte de luz próxima. Uma decoração exótica, mas muito bela pra quem souber apreciar.
 
Características Sócio-Econômicas: Não há Sociedade em torno do altar, mas há certa rentabilidade. Um acordo secreto entre o Senado e Ferva faz com que quaisquer eventuais oferendas que sejam feitas pelos cultistas são dividas entre a sacerdotisa e o governo, mas isso não influi na economia de um modo direto. Além de serem poucas coisas ofertadas e mais comumente comida, esse acordo serve apenas para acúmulo pessoal de riquezas.
 
Características Políticas: O povo responde à Ferva no sentido ideológico e Ferva responde ao Senado, porém essa última relação de subserviência não raro é invertida, pois com suas “sensações”, intuições e conselhos a sacerdotisa é capaz de influenciar muitas pessoas a desfazerem suas alianças senatoriais e forjar novas, ou seja, Ferva acaba muitas vezes submetendo os políticos à sua vontade.
 

Características Ideológicas: Marilismo sem dúvida. O povo de Nerferi é muito fervoroso em sua ideologia, pois foi justamente essa a semente que culminaria na civilização que eles conhecem hoje e defendem com muito orgulho e fibra. Nessa grande pirâmide convergem todas as energias malignas dos Nerferinos, por isso funciona como um tipo de mantenedor da coesão, pois embora estes elfos do céu sejam raivosos e amargurados eles encontram em seu deus uma maneira de união.

_________________
Narrador de Missões

Gosto do paladino, do guerreiro, do bárbaro, mas a classe mais poderosa é o mago porque o mago é IMPLACÁVEL!

Tamanho do banner deve obedecer ao padrão 500x100pixels

avatar
Ali Alkahaz
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1409
Localização : Fortaleza
Emprego/lazer : Estudante/Ver filmes
Nome do jogador : Fernando Lucas
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 15/08/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
88/98  (88/98)
Pontos de Dens:
53/53  (53/53)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum