Lugares de interesse - Porto de Sharmalia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lugares de interesse - Porto de Sharmalia

Mensagem por Iscalis Quo em Dom Fev 21 2016, 11:07

Nome do Lugar: Cidade portuaria de Sharmalia

Amplitude geográfica: Cidade

Histórico: A primeira cidade de Orzari após o cataclisma, foi fundada pelos primeiros exploradores: os anões teryonistas. Isso se reflete em sua arquitetura geral, com arcos e pilastras produzidas com uma engenharia impecavel. Quase toda a cidade é feita usando rochas, seja as casas, as ruas, e até mesmo o famoso porto que recebe um grande volume pessoas e produtos. Por isso a longevidade da cidade se mostra incrivel. Mesmo que musgo tente subir pelas colunas do ancoradouro ou um estabelecimento seja incendiado, dificilmente qualquer construção completa virá abaixo.

As ruas da cidade foram feitas com blocos brancos retangulares, de superficies lisas, que se encaixam perfeitamente, diferenciando do calçamento comum em outros lugares. A iluminação noturna é feita por postes de ferro pintado curvos na ponta,  onde uma combinação de gradeado e vidro recebe o combustivel. O padrão do gradeado forma com a luz que emana do interior o desenho da estrela Venir, simbolo favorito dos teryonistas. As casas em geral possuem traços retos e eficientes. Os adornos particulares são escupidos na propria rocha e pintados posteriormente. Na praça central foi erguida uma estatua em homenagem a Uln, o rei explorador que trouxe os anões ao novo continente. Em cinco pontos diferentes da cidade erguem-se torres de observação, cujo topo foi produzido a semelhança do rosto de um anão atento. Embora sinistras na aparencia, as torres não puderam evitar a invasão da cidade. Nenhuma muralha nunca foi construida, pois os anões nunca imaginaram que já haviam chegado outras pessoas em Orzari alem deles.   


Não houveram grandes alterações na passagem dos centauros pela cidade, estavam mais focados em entender e tentar se defender da retaliação seguinte. Na mão dos canark, porem, algumas coisas foram alteradas. A principal delas foi a derrubada da estatua de Uln, que partiu-se em duas com a queda. Não se deram ao trabalho de retirar os fragmentos, de modo que qualquer recem-chegado ainda pode ver os dois pedaços da estatua no chão. Uma outra mudança foi a construção de um muro de toras de madeira erguidos pelos rimertistas, que mesmo muito inferiores a toda a engenharia da cidade, são uma proteção vital para a defesa da cidade que foi tão facilmente tomada diversas vezes.
 Esse é o principal meio de entrada ou saída de Orzari, a primeira cidade que um turista conhece ao chegar. Agora dominada pelos canark, é um lugar abarrotado de gente, caótico e movimentado, que atrai oportunidades justas e ladrões de todos os tipos. Boatos dizem que ali existe uma sede de uma guilda de ladrões, mas nunca foi confirmado. É por causa das riquezas dali que o lugar é cobiçado pelos senhores de guerra, que mesmo quando tomada pelos emylistas e rimertistas, nunca destruiram a infraestrutura que mantem o porto de pé. 

Características Populacionais: No dominio rimertista, uma grande variedade de raças podem ser encontradas em Sharmalia. As unicas raças proibidas são humanos, anões, elfos e centauros, caçados pela guarda da cidade assim que vistos. A mais abundante certamente é a de canarks, que vivem e defendem a cidade dos invasores. 

Clima: Quente e umido devido a proximidade com o mar, porem mais ameno que outras localidades devido ao distanciamento de vulcões ativos. 

Características Sócio-Econômicas: Devido ao dominio rimertista, o porto é aberto a quase todos, desde que possuam dinheiro a ser gasto ou disposição de ganhar algum. Os canark são presunçosos na cidade, agindo como chefes de todos que moram lá. Não é raro que insultem alguem ou tomem algum produto barato para si mesmos, mas raramente atrapalham o comercio senão por um problema expressivo. Com a proibição de raças, uma fonte de renda extra para os guardas é o pagamento de propina para que esqueçam que viram algum anão ou elfo dentro da cidade. A principal atividade de Sharmalia é o comercio, seja o comercio interno, seja de exportação e importação. Possui o maior mercado publico de Orzari, onde podem se encontrar diversos materiais de origem rara ou completamente desconhecida. 

Características Políticas: O regente atual é o ganancioso canark Luo. Foi ele que comandou a contrução dos muros e a abertura do porto para o mundo, aumentando a fortuna dos rimertistas, e principalmente a de si mesmo. A guilda de ladrões que esta sediada na cidade não é um problema que ele pareça se preocupar tanto. Dizem os boatos que ele recebe uma parcela de todo o lucro da guilda, de modo que até prefere que ela continue a existir. Assim como outros regentes, se reporta diretamente a Caronis.

Características Ideológicas: A verdade é que o rimertismo deu uma grande abertura a Sharmalia e a Orzari, permitindo a entrada livre de qualquer um que contribua com as finanças, coisa que nunca aconteceria sob o julgo Teryonista. No geral, enquanto estiverem contribuindo para fortalecer o rimertismo, qualquer ideologia pode estar em Sharmalia, desde que não atentem contra a ordem estabelecida. A guilda dos ladrões é uma entidade controversa. Boatos indicam que não são apenas uma guilda, mas grupos fechados, que na verdade são bolhas de resistencia de idelogias já firmadas, como emylismo e principalmente teryonismo.

_________________
Narrador de Missões

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Iscalis Quo
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 974
Nome do jogador : Vandal
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 14/06/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
60/79  (60/79)
Pontos de Dens:
38/72  (38/72)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum