Zenith[Flaulest]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Zenith[Flaulest]

Mensagem por Fallen em Dom Fev 28 2016, 15:46

Zenith

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Amplitude Geográfica:

A ilha tem por volta de 9000km². Sua área é cortada por três rios: 

-Rio Stivr, que separa o Porto Real e o Planalto superior do Regateio
-Rio Real, que separa o Planalto Superior do Porto Real.
-Rio Solais, que separa o Regateio da Praia dos Afogados.

Os três rios tem nascente nas cordilheiras de Zenith. Uma cadeia montanhosa ingreme e inóspita que rodeia maior parte da ilha, cobrindo seu norte ao seu sudeste. Os rios tem águas limpidas ao chegar na cidade e mesmo no regateio sua qualidade pouco diminui mesmo com o despejo das galerias de esgoto nos mesmos.

As cordilheiras de Zenith ficam na área proibida da ilha. Apenas alguns guardas tem permissão para ficar nelas. Os mesmos tem alguns postos espalhados no norte nordeste e sudeste para observação, porém todos em bastante cuidado devido a vida animal selvagem e seus despenhadeiros traiçoeiros. Os mesmos alcançam os postos através de engenhos de cordas produzidos pelos engenheiros reais que aliados a trilhos de ferro fazem um caminho rápido evitando o Jardim de Devon.

A grande floresta que ocupa maior parte da ilha é nomeada Jardim de Devon. Tal nome foi dado devido a possessividade e rigor que a passagem pela mesma tem. A floresta ocupa mais de dois terços da ilha e é densa e misteriosa tendo muitas partes ainda inexploradas.

O local possui duas grandes baías com dois importantes portos. A baía de Zen ao norte, que comporta o porto real um porto pequeno que recebe importações de luxo. A baía de Soth ao sul é comporta o porto do Regateio, um grande porto para mercadorias comuns, navios comerciantes não tão luxuosos e todo tipo de barco afim de ancorar na ilha buscando um caminho.


Histórico:

Zenith foi encontrada e colonizada pela dupla de comerciantes Devon e Le'Grasse como base para o Arquipélago de Flaulest. Após as obras iniciais e a perseguição aos Le'Grasse terminando no empossamento e ascensão dos Devon a ilha teve alguns problemas relacionados a água, comida e envenenamento por intoxicação alimentar. Dizem que o Peter Devon entrou na floresta com um grupo grande de escolta e voltou sozinho. Após essa exploração o mesmo ordenou a construção de um gigante muro separando a area urbana um terço da ilha dos outros dois terços. Desde então poucos nobres tem o direito de caça na Floresta, mesmo assim apenas com a permissão do Arquiduque. Invasores se pegos pelos guardas são executados a plena vista e outros que se arriscam poucas vezes retornam. Muitos rumores surgiram e morreram até hoje sobre a criatura misteriosas que vive na floresta da ilha. Porém os nobres que ali caçam começaram a desmentir os rumores apesar de sempre estarem inquietos quando lá pisam. Os grupos sempre se sentem observados e acompanhados por uma presença que não sabem distinguir.
Após quatro séculos de domínio e comercio a Zenith cresceu a medida que Flaulest prosperou. As práticas dos Arquiduques em competições e aparecimento dos Barões facilitaram a  administração e o crescimento comercial da ilha. Muitos vem a mesma com a esperança de riqueza e poder, seja pela habilidade própria provando seu talento, seja por buscar na ilha serviços que podem ser úteis.

Em sua história e desenvolvimento Zenith se dividiu bem como sua sociedade.O Porto Real é uma pequena área ao norte da baía de Zen, é bem cuidado e está sempre em bom estado. Suas ruas de pedra e os prédios ao seu redor tem uma arquitetura limpa e com alguns detalhes orgânicos. Em seus arredores é possível encontrar estalagens, tavernas e lojas de todos os tipos de alta qualidade e as casas destes comerciantes. Este é o porto utilizado pelos nobres e comerciantes ricos que vêm às compras ou visitar suas mansões no Planalto Superior.

O porto do Regateio é bem maior e ocupa quase toda parte da baía sul e é composta pelos estaleiros, depósitos e favelas. Os portos são separados pelo Rio Stivr e o porto do Regateio em geral tem um público de baixa renda. Ele é frequentado pelos estivadores, marinheiros e comerciantes que vivem do dinheiro que eles trazem. As estalagens e tavernas são ambientes quase insalubres e antros de prostituição e jogos. Os guardas da ilha são instruídos a ignorar o comportamento dos locais pois marinheiros satisfeitos faziam os negócios velejarem mais rápido. Nada impede a transição dos moradores entre a zona sul e norte da ilha, porém ladrões no lado norte geralmente são encontrados espancados em algum beco do Regateio. Os moradores do Real também têm olhos para o nível de clientela, muitas vezes ignorando aqueles que vêm do Regateio. Os novatos que ali aportam logo percebem as diferenças dos locais e ficam aonde seu status social permite.

O Planalto Superior fica a nordeste do Porto Real em uma elevação escarpada da ilha. O Planalto é o Bairro onde os nobres, donos das ilhas, têm suas casas de veraneio, há mais tempo ocupadas que as casas reais deles. O planalto é divido entre as grandes mansões dos Barões e o palacete do Arquiduque. O local é pavimentado com pedras cinza bem retas e o trânsito de animais não é permitido. A maior parte do abastecimento do local é feito através de carroças puxadas por servos dos nobres. As ruas são largas e convergem para o palacete, cuja entrada abriga uma grande praça, com árvores frondosas de copas largas que oferecem uma sombra refrescante no verão. A praça é gramada e é comumente frequentada pelos jovens filhos dos nobres e suas amas.

O palacete do arquiduque é dividido em duas áreas;  a Área Comum e a Torre Residencial do arquiduque. A área comum é uma grande parte do castelo, onde se encontram as cozinhas, salões de festa, biblioteca, alvenaria, o circulo de estudos, as oficinas, laboratórios, estábulos e área de treinamento. Muitos rumores existem sobre uma área no subsolo, mas esta foi contestada várias vezes pelos diversos moradores e visitantes que nunca conseguiram encontrar nada. Ao contrário do imaginado, essa área é completamente aberta aos nobres convidados, bem como é o local em que em seus vários salões ocorrem os bailes frequentes da realeza. 

Muitos nobres pagam um bom dinheiro para poder fazer um baile nos salões do Arquiduque e isso se tornou uma competição comum de status entre eles. A área comum também possui uma gama grande de quartos onde convidados do Arquiduque se hospedam, bem como seus apadrinhados e artistas quem ele financia. Muitos vivem lá há anos e o anfitrião não parece se incomodar devido as grandes somas de dinheiro que ele possui. Já a residência do duque é a maior torre do palacete. 

Quase tão alta quanto larga. A torre possui várias máquinas que facilitam seu funcionamento, bem como uma guarda pessoal eficiente e poderosa. Muitos consideram a Torre um dos locais mais seguros do plano, devido ao hábito do Arquiduque de apadrinhar aqueles que ele acha que são promissores, assim ele possui alguns denins a seu dispor.

Características Populacionais: Oscila em torno de 200 mil habitantes. Zenith possui visitantes de todas as raças devido a sua fama.


Clima:
-Clima Tropical Equatorial: Grande quantidade de chuvas e temperatura média superior a 18°c o ano todo.
-Clima Tropical de Altitude: Algumas ilhas possuem regiões montanhosas que contribuem para um clima mais frio que no resto dos arquipélagos. 


Características Sócio-Econômicas:

A ilha é bem rica porém a disparidade social é clara e é refletida até mesmo geográficamente.  A sociedade de Zenith é estruturada de forma hierárquica baseada no gosto do arquiduque. Pois ele distribui e revoga os títulos bem como as terras que os mesmos acompanham. Arquiduque no topo seguido pelos Barões e Arcontes, sendo os barões responsáveis pelas ilhas do arquipélago e possuem pequenos palacetes no planalto superior. Já os Arcontes, escolhidos do arquiduque moradores do palacete que exercem o serviço de fiscalizar, reportar ao arquiduque problemas maiores e julgar problemas menores. Poucos nobres se entendem bem com os Arcontes pois eles exercem um poder muito grande para um grupo de indivíduos cuja renda é fornecida pelo arquiduque baseada em seus dons pessoais e não sua fortuna e dinheiro que geram. Condes são os comerciantes locais que adquiriram o gosto do rei e receberam uma casa no Planalto superior. Essa é a divisão hierárquica da aristocracia, mas há também a divisão social intrínseca da ilha, onde moradores, comerciantes e manufatureiros ao norte do rio, são superiores aos do sul do Rio.

Uma das formas de estruturação social de Zenith são os torneios e bailes. Os bailes são festas exclusivamente da nobreza onde a rede de informações, intrigas e boatos é sempre atualizada. Já os torneios são de acesso a todo público, tomando uma semana e realizados mensalmente, existindo torneios variados a cada ano. São divididos entre esportes, artes, música, ciência, estratégia e combate. Todos os nobres têm direito a inscrever até dois concorrentes em cada categoria para as apresentações finais. A plebe passa pela análise de um grupo de arcontes fiéis ao arquiduque e seleciona as apresentações promissoras para as apresentações finais. 

Ao final das seleções da plebe o arquiduque interroga pessoalmente cada um dos arcontes. Nos primeiros torneios alguns arcontes perderam a cabeça por deixar de selecionar um candidato promissor com medo de perderem sua vaga. Com o passar das gerações esse cargo se tornou quase sagrado e conhecido por sua honestidade de julgamento.

Toda ilha de Zenith é movimentada pelo comércio. Trocas, vendas, penhoras e empréstimos movimentam a economia da ilha em conjunto com a do arquipélago. Muitos nobres dos continentes vêm comprar em Porto Real devido à qualidade dos produtos ou modernidade deles, elementos que são sempre atualizados devido às competições da nobreza. Logo que há uma competição os produtos que ela apresentou logo atingem a manufatura e são vendidos a altos preços como símbolo de status.

Características Políticas:

A politica é definida pelo Aquiduque e seu domínio supremo. Os Arcontes servem como juizes e fiscais, e os Barões ficam como terceiro e ultimo degrau da hierarquia politica da ilha de Zenith. Apesar da grande importância dos  Barões e completo domínio dos mesmos em suas ilhas eles se submetem a fiscalização dos Arcontes.


Características Ideológicas: As ideologias das ilhas mudam de acordo com seu barão e os povos que lá habitam, porém a ideologia predominante no arquipélago de Flaulest é o rimertismo. Possuída pelo arquiduque, a ideologia é evidente devido à economia local. Apesar da diferença de opinião e as crenças pessoais de alguns barões o domínio do arquiduque sobre todos ali os força a seguir uma conduta civilizada em céu aberto. Assassinatos e envenenamentos ocorrem devido a disputas de poder entre os nobres e suas brigas ideológicas, mas mesmo essas brigas são alimentadas pela competição de status regida pelo capital e o sistema imposto pelo Arquiduque e são feitas na maior discrição, pois atentados contra a nobreza local significa crime capital, não importando seu status.

Lugares de Interesse: 

Porto Real: Local onde grande parte dos produtos de alta qualidade chegam. O bairro compreende toda área baixa ao norte da ilha excludente o planalto superior. O bairro é de alta qualidade, com arquitetura e calçamento bem feitos e limpos com frequencia. Lojas e tavernas de qualidade são encontradas no local para aqueles que possuirem dinheiro para gastar ali. Muitos nobres de Osthern e Sullis vem a viagem para fazer compras devido a moda extravagante e produtos inovadores produzidos em Zenith e encontrados nas lojas de  Porto Real.

Palacete do Artanin: O palacete e mansão do Barão Nin Stoics. Ao extremo Sul do planalto superior marginal ao rio Stivr, sendo uma das propriedas mais proximas ao Regateio. O barão escolheu essa localização que era vista com maus olhos devido a proximidade do distrito pobre por esse exato motivo. Ali ele recebe e providencia o transporte daqueles que cansados e desiludidos pela busca de glória desejam uma vida tranquila e honesta trabalhando na lavoura. O palacete possui guardas mas a entrada nele é liberada para qualquer individuo. Nos terrenos também pode se encontrar um orfanato e escola para crianças capazes de ficarem ali.


Grande Teatro Ornesse: Ocupando parte do Terreno do Palacete o Grande Teatro e dividido em duas partes. O andar inferior destinado a população comum que consegue entrar e assistir a peças por um preço justo e os andares superiores, destinados a nobreza e comerciantes. Possuindo dois balcões, sendo o primeiro o segundo andar e o ultimo o terceiro andar, eles são progressivamente menores e mais caros. Separando assim os nobres, dos comerciantes ricos do povo comum. Apesar da mistura social no ambiente, muitos vêem o teatro como a clara estrutura da sociedade de Zenith e não se importam em dividir o espaço simplesmente por ele reforçar essa separação.

Castelo de Devon: Maior e mais rico terreno de toda a ilha o castelo possui diversas construções capazes de comportar um grande numero de pessoas. O castelo é a mais importante construção da ilha e nele pode se encontrar as mais brilhantes mentes e os mais habilidosos individuos.

Besta Rubra: Apesar dos rumores das melhores estalagens estarem no Porto Real, verdadeiros aventureiros sabem que a Besta Rubra é a melhor hospedaria da ilha. Recheada de individuos de talentos unicos, rumores e histórias e regida a redeas curtas por sua imponente dona a Besta Rubra é um dos locais mais importantes da ilha, muitas vezes hospedando futuros moradores do Castelo.

Praia dos Afogados: Considerado um dos locais mais perigosos da ilha, a praia dos afogados é um pequeno bairro ao extremo sul do regateio. O local é dominado por casas de drogas e criminosos. Guardas quase nunca são vistos ali, quando estão, estão a prazer. Possuindo diversas casas de prostituição e pessima qualidade de estrutura o bairro não é aconselhável para viajantes desavisados. É nele que se encontra a base de operações do Coletor.

Personalidades Locais:

Arquiduque Louis Devon

Spoiler:


Idade: 45
Estado Civil: Solteiro    
Parentes: Sem prole  
Ideologia: Rimertista  
Humano Dudenin: Seikan/ Alukan
Alto(1,80m), olhos azuis, cabelos negros com traços grisalhos e barba curta, porém densa com as mesmas características. Seu queixo é quadrado e seu rosto um pouco alongado, mas seguindo formato do queixo e mandíbula. Seu porte é altivo e bem estruturado devido aos exercícios de defesa e caça que faz com sua guarda pessoal.
Arquiduque Louis Devon, herdeiro do Arquipélago de Flaulest e considerado um dos homens mais ricos de Hedoron. Dizem que não se casou até essa idade devido a sua desconfiança a sua própria corte. Os jogos e a situação que sua família criou serviram para dominar os mercadores e os nobres e mantê-los próximos e relativamente fiéis, jogando-os uns contra os outros em vez de contra ele, porém isso resultou em sua desconfiança e ele espera a oportunidade certa para gerar uma prole que não seria influenciada pelos jogos de sua aristocracia. Os bailes semanais e as competições de música, engenharia, estratégia, caça, combate entre outras tomam o ano todo e funcionam como forma de manter o status da nobreza. Os nobres são capazes de gastar uma quantidade incrível de dinheiro para apadrinhar um prodígio que seja capaz de ganhar uma dessas competições durante o ano. Tanto o competidor como patrono recebe um prêmio substancial, porém a recompensa para o patrono vem mais em forma de status, pois a produção de um campeão o põe em superioridade aos outros, o que alimenta os jogos da corte criada por Louis.
Devon possui um hábito de colecionar pessoas que ele acha que possui potencial ou talento. Ele as atrai para sua corte através de seus nobres ou de propostas ao ouvir de suas façanhas, com isso ele as provém com aquilo que mais desejarem e a promessa de uma residência perfeita no palacete. Muitos estudiosos, pintores, menestréis e guerreiros se aproveitam do convite gentil do arquiduque e produzem conhecimento e tecnologia. Ele utiliza do conhecimento produzido para suas ambições, satisfazer sua curiosidade e impulsionar seus próprios projetos secretos. O Arquiduque vê a pirataria em suas costas com irritação e tenta ao máximo acabar com o problema, porém não conseguiu resolver por completo devido aos navios rápidos dos piratas e a capacidade deles despistarem de alguma forma as embarcações zenithianas.



Arconte Luc Xie


Spoiler:


Idade: 38
Estado Civil: Solteiro
Parentes:  Sem prole
Ideologia: Rimertista
Felink Dudenin: Markan/Grakan
Metamorfo Felink (Tigre) de 2m de altura. Seus cabelos são ruivos cobre, olhos verdes e sua pele bronzeada  com marcas negras rajadas. Seu rosto é másculo e possui uma barba rala, ruiva como seu cabelo.
Luc Xie é responsável pela guarda e tudo referente à segurança do Arquiduque e do palacete. Ele era um mercenário na ilha de Ladar até prestar uma visita com Barão Von Tralor. O barão tomou interesse em Luc e o testou em uma série de combates  e testes estratégicos em que se provou vencedor. O Arquiduque então fez uma proposta irresistível e tem sido defendido eficientemente desde então pelo antigo mercenário. Atualmente ele é o campeão de todos os torneios promovidos pela nobreza. Ele possui diversas cicatrizes pelo corpo, porém seu rosto é intocado e é prova de seu orgulho e capacidade.Ele possui um grande aposento dentro da Torre Residencial do palacete repleta de armas, armaduras, tapeçarias e objetos dos mais requintados de todos os tipos dados aos campeões. Sua força é reconhecida em todo arquipélago e muitos nobres buscam a instrução dele para seus filhos que desejam se tornar ávidos combatentes. Ele porém recusou grande parte dos nobres, seja por orgulho próprio, seja a pedido prévio do arquiduque. Sua fidelidade a Louis fora questionada várias vezes pelos nobres, principalmente por ele ter sido mercenário do segundo nobre mais poderoso do arquipélago. Porém Luc nunca deixou de provar sua lealdade. Para ele a vida do arquiduque é a vida de seu status e poder, e por isso ele põe a proteção de seu patrono acima de tudo.



Barão Utorgado  Trafeel “Lorde da Pólvora”


Spoiler:


Idade: 38
Estado   Civil: Casado
Parentes: Duas Filhas e um Filho
Ideologia: Marilista
Meio-Bartalun Dudenin: Alukan/Denakan
1,70m de cabelos loiros e longos bem como a barba. Seus olhos são azuis de um claro estonteante e sua pele branca. Face afilada com ossos da maçã do rosto levemente destacados.
De péssimo temperamento e sempre sério, Barão Trafeel é uma das figuras aristocráticas mais tiranas da ilha. Ele abusa de seus status e debocha de qualquer outro barão que julgue inferior. Trafeel busca sempre as vitórias em todos os campeonatos  para extenuar seu status e por isso tem dificuldade em ser vitorioso, mas sempre ficando em segundo ou terceiro lugar. Seus bailes também tem a fama dos mais extravagantes. A renda da família Trafeel vem das minas de sua ilha, ricas em salitre, ferro e carvão e dos serviços de escolta de sua marinha. Devido aos grandes recursos minerais, sua armada é a equipada com mais canhões e por isso é geralmente contratada para escolta de cargas muito preciosas. Trafeel também possui uma renda oculta. Ele opera guildas de agiotagem no sul da ilha. As guildas porém ficam em cargo de seu filho mais velho. Trafeel aos poucos monta um estoque e tenta manter o máximo de dívidas possível de piratas e capitães. Para um espião experiente suas ações são perigosas e suspeitas, pois ele se encaminha para a formação de um pequeno exército bem armado.  Suas vitórias pavimentam seus objetivos para com Marilis, sua divindade guia, e ele acredita que com seus estudos de alquimia, sua fé e sagacidade logo serão recompensadas com poder.



Barão Orlin Ornesse “Lorde Historiador”


Spoiler:


Idade: 58
Estado   Civil: Casado    
Parentes: Duas esposas, três filhas e três filhos
Ideologia: Mombranista  Humano
1,60m Gordo Cabelos curtos e brancos, olhos castanhos levemente puxados. Seu rosto é arredondado e de narinas largas. Sua pele é branca, quase pálida, e seu porte é grande, mas nada musculoso.
Com comportamento relaxado e Bon vivant, o Barão Ornesse é reconhecido como um dos maiores historiadores locais. Sua família veio junto à primeira geração dos moradores de Zenith e em suas buscas pelas ilhas encontrou em Ornesse um grande campo de flores gigantes. Tais flores foram permitidas crescerem a tal tamanho devido à riqueza do solo e a fauna local. Repleta de insetos de tamanho descomunal, a ilha a princípio foi considerada perigosa e infrutífera, pois sua morfologia inconsistente seria trabalhosa demais para plantação. A família Ornesse, porém, era de comerciantes de tecido e, com o boato de uma ilha de insetos gigantes, sua experiência foi paga ao requisitarem residência no local para o arquiduque, que parecia não se importar em autorizar um local considerado tão desfavorável. Os Ornesse então se puseram a pesquisar e gastaram muito dinheiro com escoltas armadas para mapear a ilha, os nichos dos insetos e os locais seguros e, quase quando estavam falidos, eles alcançaram o sucesso. Encontraram na ilha os locais de hibernação de borboletas e outros animais que passam por metamorfose e deles extraíram grandes montes de seda. As escoltas também encontraram cavernas com aracnídeos, porém essas são consideradas áreas perigosas e poucos se aventuram em busca da seda delas. Das pétalas das flores os manufatureiros conseguiram retirar corantes para os tecidos e em poucos meses os mercados de Porto Real estavam deslumbrados com tapeçarias e roupas de alta qualidade e preços exorbitantes. Os primeiros vestidos eram robes amarrados na cintura com padrões belos e foram apresentados em um dos torneios artísticos do arquiduque. O mesmo considerou-os vencedores e impressionado com a capacidade dos Ornesse de transformar uma ilha considerada infrutífera em dinheiro os concedeu o título de Barão e um pequeno palacete no Planalto Superior.
Orlin, a quarta geração da sua família, logo viu em seus negócios um declínio. Sempre curioso e estudioso, Orlin desde novo gastava muito dinheiro comprando pergaminhos históricos e livros comparando dados e anotações em busca da verdade da criação. Ele então teve a genial ideia de reunir suas pesquisas com a disseminação da verdade. Orlin utilizou seu palacete em Porto Real para abrigar sua nova empreitada: uma grande casa de espetáculos. Apadrinhando músicos e intérpretes e utilizando seu acesso à tecelagem ele foi capaz de criar peças de teatro representando os vários contos da história do reinado. Sua primeira peça foi apresentada em um torneio artístico e agradou a nobreza e os comerciantes locais. Ansiosos e sedentos por entretenimento, logo a casa se tornou um passatempo frequente na vida da nobreza. Os próprios bailes feitos pela Casa Ornesse seguem esse clima de espetáculo, sendo em geral a fantasia e máscaras, onde os nobres se competem com o traje mais estonteante. Poucos porém notaram o objetivo de Orlin com a casa de espetáculos, que era espalhar o conhecimento e avivar o senso critico daqueles que os observam, gerando um tom inquisidor sobre todo plano e a criação.



Barão Nem Stoics “Lorde Artanin”


Spoiler:


Idade: 100  
Estado   Civil: Casado  
Parentes: Um filho e Uma Filha 
Ideologia: Teryonista  
Elfo do Céu
1,79m Cabelos curtos, olhos verdes, expressão jovial. Seu rosto é afilado e tem nariz longo. Sua pele levemente bronzeada mostra a sua presença nos campos.
De temperamento calmo e coração generoso, Stoics é o maior paradoxo dos Arquipélagos Gêmeos. Apelidado por muitos de “o Artanin”, apelido dito com deboche na corte, Stoics conduz seus negócios ajudando o máximo de carentes possível. Qualquer um acreditaria que seriam muitos, mas em um arquipélago tomado por dinheiro, desigualdade social e promessa de riqueza, muitos morrem de fome antes de desistirem de suas ambições e buscarem por serviços com ele.
Regente da ilha de Stoics, foi um dos primeiros a se juntar ao arquipélago. Sua capacidade de voo o permitiu facilmente avaliar a capacidade das ilhas e utilizou a escolhida para produção de comida. Com grande quantidade de água doce e planaltos prontos para o arado, Stoics acolheu em sua ilha todos os pobres e miseráveis que procuravam abrigo e comida através de um trabalho honesto. Sabendo da necessidade de estoque de grãos ele utilizou sua inteligência para se posicionar de modo essencial para Flaulest. Seu lucro na venda dos grãos é quase todo revertido em infraestrutura e pesquisa para melhorar os métodos de produção. Stoics é participante frequente nas competições cientificas onde a cada ano tenta apresentar formas de acabar com a fome. Stoics é frequentemente visto com Devon em discussões sobre as classes e a pobreza. Devon sempre contrário às ideias de Stoics sobre sustentabilidade, mas sempre dá ouvidos as palavras do elfo.
A verdade é que ninguém via Stoics como uma ameaça direta. Seu pacifismo e crença deixavam claro que não era ameaçador, porém não havia quem o subestimasse nos negócios, pois em meio a tantos rimertistas o teryonista adquiriu um talento assustador para adquirir suas vontades com um simples aumento ou redução do custo de seus grãos.



Baronesa Illya Von Tralor



Spoiler:

Idade: 28
Estado  Civil: Casado
Parentes: Duas Filhas
Ideologia: Clifista  
Elfa Terrestre
1,64m, cabelos castanho avermelhados, pele alva com algumas sardas e olhos verdes. Possui seios fartos e quadris largos, tem porte médio e rosto arredondado de nariz na mesma qualidade. Seus lábios são levemente acentuados e naturalmente rosados.
Illya, esposa de Edwyn, mora na Ilha Zenith, enquanto o marido reside em Ladar. Ela se ocupa das negociações e complicações da corte. Em principio, havia se negado a sair do lado do marido na ilha, mas com o nascimento da primeira filha, o local se tornou um ambiente perigoso demais para uma criança.
Illya é sagaz, manipulativa, de personalidade forte e objetivos centrados. Ela tem os mesmos ideais de seu marido e vê futuro no que eles fazem em Ladar e Zenith em conjunto. Seu retorno a Zenith foi conturbado pois ela era uma serva que havia sido comprada para a ampliação e manutenção da fortaleza de Ladar a pedido do Arquiduque. As crenças de Edwin, porém, sempre foram contra a servidão compulsória. Portanto em sua terra todos são livres a seguir seu caminho. Alguns resolveram voltar no próximo navio para Zenith e tentaram sua sorte em Regateio, outros sem muita esperança de mudança resolveram ficar e desfrutaram da honestidade de Edwin. Illya foi uma delas. Elfa terrestre experiente em caça e rastreio, foi  valorizada entre os mercenários de lá e atraiu a atenção de Edwin.
Illya sempre vai a eventos sem guarda-costas e faz questão de usar em qualquer evento da realeza um colar de couro com nove garras presas. Os nobres que lá estão recebem o recado que o colar passa como afronta, pois é um desafio a todos eles, mostrando que ela é tão perigosa quanto qualquer  guarda pessoal e que por isso é superior.



Rebecca Trudy “Ruby”


Spoiler:


Idade: 40
Estado  Civil: -    
Parentes:  -  
Ideologia: Rimertista
Humana Dudenin: Grakan/Denakan
1,70m, cabelos vermelho alaranjados, pele levemente bronzeada e olhos azuis. Possui seios fartos e quadris largos, tem porte grande e rosto arredondado de nariz na mesma qualidade. Seus lábios são finos e bem desenhados.
Ruby é um dos personagens mais expoentes em Regateio. Dona da maior e melhor taverna do sul da ilha, é uma mulher de temperamento forte e determinado. Ela é generosa com todas as mulheres e clientes, mas caso tenha a mínima desconfiança de alguém, sua gentil feição é trocada por uma imagem assustadora e poderosa da dona do local. Ruby era moradora de Ladar e quando juntou dinheiro suficiente como mercenária foi até Regateio, onde comprou uma estalagem. Seu modo de conduzir o trabalho logo gerou problemas que ela resolveu prontamente com suas habilidades pessoais, isso aumentou a fama do local e logo a pequena estalagem se expandiu.
A estalagem de Ruby, “A Besta Rubra”, é grande e espaçosa, adornada com móveis de qualidade e tapeçarias que provavelmente têm origem em Porto Real. O local é bem iluminado e talvez a única coisa destoante seja o colar com doze garras preso em exibição encima do bar. O local oferece preços altos para o padrão de Regateio, mas um serviço quase tão bom quanto às de Porto Real. Com corpo de trabalho todo feminino, é um local onde a maioria das mulheres desesperadas vai parar quando estão em perigo. Ruby é conhecida por acolhê-las e lhes dar serviço, além de encaminhá-las para onde querem ir. Algumas decidem ficar com Ruby no conforto da estalagem. O local possui música e dança de artistas de fora, os quais Ruby aprova tanto quanto as mulheres que ali trabalham. Prostituição existe na estalagem, mas é escolha da garota querer ou não seguir o caminho e com quem dormir. Ruby proíbe o roubo e as garotas pegas neste ato são punidas e, em caso de reincidência, são banidas da estalagem por serem indignas da generosidade de sua patrona.




Robb Locust “Coletor”


Spoiler:


Idade: 50  
Estado   Civil: -    
Parentes: -  
Ideologia: Marilista
Lakriak
1,78m Cabelos longos em tranças, pele negra e olhos de mesma cor. Porte médio e levemente musculoso. Sua face alongada e seu corpo são cobertos de cicatrizes e ele não possui o olho esquerdo, que é coberto com um tapa olho.
De personalidade ruim, desonesto e truculento. Porém é inteligente e inescrupuloso.

Robb é colhecido como o Coletor de Regateio. Líder de um grupo de mercenários, ele faz o papel de intermediar e coletar o dinheiro da agiotagem da família Trafeel, negociando com o filho mais velho. Robb é um seguidor de Utorgado e já sentiu na pele o poder do Lorde da Pólvora. Desde então resolveu segui-lo e ajuda-lo a realizar seus planos a respeito de sua divindade. As pessoas tem que estar desesperadas para pedir dinheiro para ele, porém, este sentimento é o que não falta nas ruas do Regateio. Muitos dos devedores acabam ou com membros quebrados ou com um Colar de Servidão. Robb acaba por ser responsável pelo maior movimento interno dos escravos, vendendo-os em leilões beira-rio, onde membros do Regateio e alguns mordomos da nobreza ou comerciantes de Porto real fazem seus lances. Em alguns casos, Robb converte a dívida em mão de obra mercenária, ganhando a confiança do devedor com uma “atitude generosa”. Estratégia que, porém, só aumenta sua milícia oculta.

_________________
Narrador E-book
avatar
Fallen
Rimertista
Rimertista

Masculino Número de Mensagens : 1128
Localização : Rio/Hellzende
Emprego/lazer : Estudante
Nome do jogador : Ranier
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 18/11/2007

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
69/69  (69/69)
Pontos de Dens:
63/63  (63/63)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum