Fragmentos de Irmo: Antes dos humanos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fragmentos de Irmo: Antes dos humanos

Mensagem por Bruce Azkan em Sex Jan 20 2017, 22:57

Fragmentos dos escritos do venirista Irmo Arkh.

Antes dos humanos


Devo primeiro me esforçar para explicar como os eventos de uma passado distante continuam a nos afetar ainda hoje. A Arandas moderna é moldada por ações antigas tão certamente como o metonyan é marcada por cynblarkin e kalaidrin em seus ciclos. Quando entenderem como a história moldou os povos de Arandas, perceberão o porquê de como vivemos hoje. Contrário à crença da maioria, humanos nem sempre foram a raça dominante de Arandas. Os verdadeiros nativos de Arandas são os elfos e os minotauros, os protetores das florestas e os guardiões das montanhas. Por séculos eles viveram pacificamente uns com os outros, nenhuma raça se intrometendo no destino ou cultura da outra. Ambas não dispunham de seu precioso tempo para se preocupar com a outra, pois cada uma tinha seus próprios inimigos dos quais se defenderem. Esses inimigos eram os humanóides, criaturas saídas das profundezas da terra, goblins, orcs, metamorfos e mortos-vivos enxameavam por Arandas à vontade.


As mesmas raças que continuam a causar problemas mesmo em meu tempo. Essas criaturas da noite e das trevas escolheram viver em lugares que elfos, anões minotauros e humanos evitavam. No entanto, eles atacavam continuamente, invadindo as montanhas e as florestas para roubar recursos e sitiar as civilizações semi-humanas. Isso continuou por centenas, ou mesmo milhares de anos; não podemos ter certeza, já que os elfos não contam os anos como nós e os calendários anões são indecifráveis. As civilizações estagnaram durante esse tempo. Os elfos construíram torres esguias e os minotauros construíram suas maravilhas com pedras lavradas, mas todos esses milagres eventualmente se perderam com os ataques recorrentes de tribos saqueadoras. Por outro lado, os elfos massacraram tribos de orcs e goblins, enquanto minotauros forçaram os metamorfose, em sua grande maioria ajargs, a se refugiarem cada vez mais a fundo nos recessos das montanhas. A situação resultante parecia que duraria para sempre, e todos os lados procuravam por um jeito de quebrar o ciclo.


[...]
Parte danificada e ilegível.
[...]


Se eles soubessem o que estava reservado para eles, teriam percebido que seu problema nem era tão grande quanto pensavam. Logo em seguida os humanos chegaram. Eles nem tanto chegaram quanto invadiram. Sete tribos separadas, fugindo da dominação de impérios com ideologias decadentes e da fúria de marilis, atravessaram para Arandas por uma ponte de pedra localizada no sul do continente e começaram a se estabelecer aqui. Uma oitava tribo se juntou a eles vinda das longínquas terras do leste através do mar. E assim, a imensidão de Arandas fora tocada pela mão do homem, e nunca mais seria a mesma.

_________________
Narrador

Do the impossible.
See the invisible.
Touch the untouchable.
Break the unbreakable.
avatar
Bruce Azkan

Masculino Número de Mensagens : 550
Localização : Campinas/SP
Emprego/lazer : Ilustrador/Webdesigner
Nome do jogador : Alkemarra
Warn :
10 / 10010 / 100

Data de inscrição : 05/08/2014

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
55/98  (55/98)
Pontos de Dens:
48/48  (48/48)

http://azkan.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum