Ep. 1 - Salenae

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Ali Alkahaz em Seg Maio 08 2017, 22:14

 Não use formatação do texto com cores. Quando o personagem se expressar verbalmente, coloque o travessão. Caso queira expressar algum pensamento, coloque em itálico, sem o travessão; 

- Para criar o turno, é necessário o mínimo de 1.000 caracteres, com espaços;

- Revise a ortografia, a gramática e a coesão e coerência do texto. Lembrando que este é um projeto literário e que é importante termos isso como requisito, além de facilitar a edição. Apenas turnos que estejam dentro dessa proposta serão aceitos e respondidos;  

- Os turnos de "A Pluma de Aço" ocorrerão conforme, a cada quinze dias. A próxima semana será usada para revisar o meu turno e juntar a ação dos intérpretes ao que já foi colocado por mim, e também promover os personagens nas redes sociais para o lançamento do e-book no Whattpad.

Caso a estória do personagem não esteja fresca na memória, leia o tópico do perfil dele, localizado no fórum da sua ideologia. Eventuais adaptações no enredo serão sempre colocadas no complemento no final do meu post. 
 
Ainda vou conhecer o ritmo de resposta de vocês, então eu saberei com que frequência e em que ordem eu responderei, mas asseguro que será sempre assim que possível.
 
Estamos abrindo o E-book A Pluma de Aço. Espero que se divirta tanto quanto eu. Sem mais delongas, vamos ao jogo!
 
Salenae

Mais do que os olhos podem ver.
 
Aquela noite soprou um vento frio e a elfa de cabelos azulados sentiu um arrepio percorrer sua pele como poucas vezes alguém de sua natureza se permitiria sentir, o que indicava que algo no ar daquela noite estava drasticamente diferente.
 
Havia orcs do lado de fora fazendo rondas, era fácil de lembrar por conta do cheiro pujante e odioso que aqueles seres e aquela terra exalavam constantemente. Entretanto, sem anunciação ou coisa do tipo, seus olhos, brilhantes e azuis como safiras, testemunharam a entrada de um homem talvez tão belo e sedutor quanto ela. A pele era de um negro indistinguível da escuridão da noite sem luar, os olhos tinham cor de ouro, os cabelos rebeldes eram ondas acobreadas e seu corpo forte e másculo era guardado por um peitoral de couro e uma calça de algodão vermelho. O rosto tinha traços delicados como que desenhados cuidadosamente, mas sem tirar em nenhuma medida a imponência de seu olhar penetrante. A única mácula, talvez naquela criatura, eram as cicatrizes sobre os olhos. Do lado direito, o Olho de Materyon, do lado esquerdo, o Olho de Marilis.
 
Seus passos não tinham ruído algum, também pudera, estava descalço. Pé ante pé, ele fez seu caminho na tenda da moça e acabou por recostar-se na penteadeira, abriu um sorriso largo e jovial que iluminava seu semblante com a brancura de seus dentes anormalmente perfeitos e falou com uma voz grave e poderosa, mesmo aos sussurros:
 
- Eu sei o que parece, mas não se preocupe, eu estou do seu lado. Aliás, nem se incomode em chamar por alguém. Na verdade, você está dormindo profundamente agora. Meu nome é Ohnos e eu vim lhe fazer uma proposta Salenae.
 
O homem então sacou um baralho que carregava no bolso de trás de sua calça, embaralhou as cartas, sacou três e colocou-as sobre a mesa com a face virada para baixo. Puxou a primeira e revelou-a para a jovem, era um desenho dela mesma. Com um movimento rápido, ele acolheu a carta na palma de sua mão e quando a revelou novamente, havia uma ilustração completamente diferente, uma mulher de corpo escultural, farta em coxas e seios, vestida e um espartilho negro, mini saia de babados brancos, meias e botas, adornada com asas de morcego às costas e uma cauda negra.
 
- Esta é você, não é, Salenae? Olhando daqui mal consigo dizer com que aparência eu me deslumbro mais, elfa ou bartalun. – disse ele jogando a carta para aquela criatura disfarçada – Agora que já estamos às claras e não precisamos de tantos sortilégios um com o outro, deixe-me contar o motivo da minha visita. Eu vim lhe convocar para uma missão que vai contribuir muito não só para o marilismo, mas também para você, minha querida, em muitos sentidos. Eu vou para o Aurokron, a terra dos elfos celestes, aqueles que dizem ter ouvido os dogmas de Materyon, o benévolo, direto da boca dos artanins, aqueles chatos de galocha. Meu objetivo principal lá é buscar um artefato cuja natureza não lhe interessa. Onde você entra nessa? Eu preciso de alguém com a sua manha, a sua lábia e esse belo par de… “olhos” para me auxiliar. Ainda mais porque você está nessa forma élfica, vem mais a calhar ainda.
 
Ele dizia aquilo tudo, mas não conseguia elevar o olhar acima da linha do pescoço por um bom motivo, na verdade dois. Foi então que puxou a segunda carta, nela havia um castelo com bandeiras teryonistas sobre um pedaço de rocha aparentemente flutuando no infinito azul. Outra demonstração de prestidigitação e o mesmo castelo, agora com bandeiras marilistas estava em chamas num fundo vermelho vivo. A segunda carta também foi arremessada.
 
- Há nove nações “azuis” no lugar para onde vamos, quero corrompe-las e manchar tudo com o vermelho do sangue e o vermelho das chamas. Além do mais, sei que tem uma pessoa que você quer encontrar para transformá-lo em seu servo e ele estará lá. Um certo humano, meio-bartalun de nome KANNON.
 
O nome foi fito com impacto e a terceira carta foi revelada. Continha o desenho de um jovem de armadura e olhos vermelhos, sobre sua cabeça havia uma balança, mas ao demonstrar suas habilidades praticamente místicas, Ohnos transformou o desenho ali acrescentando outros elementos. Dessa vez aquela mulher de asas de morcego da primeira carta estava atrás do jovem com os braços ao redor de seu pescoço e a balança havia sido substituída pelo olho de Marilis que o visitante possuía sobre seu olho esquerdo. Um último arremesso e ele encerrou:
 
- Vamos… diga que sim. Você só tem a ganhar em vários aspectos. Fertos ficaria orgulhoso. Posso contar com essa maravilhosa ajuda?
 
INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
 
1 – Salenae está agora em seu refúgio em Zapad conforme conta a história. Há quanto tempo ela está lá desde que fugiu depois de dar a luz à Elune? Pouquíssimo tempo.
 

2 – Salenae, de todos, foi convocada por último.

_________________
Narrador de Missões

Gosto do paladino, do guerreiro, do bárbaro, mas a classe mais poderosa é o mago porque o mago é IMPLACÁVEL!

Tamanho do banner deve obedecer ao padrão 500x100pixels

avatar
Ali Alkahaz
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1409
Localização : Fortaleza
Emprego/lazer : Estudante/Ver filmes
Nome do jogador : Fernando Lucas
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 15/08/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
88/98  (88/98)
Pontos de Dens:
53/53  (53/53)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Salenae em Seg Maio 15 2017, 15:22

A suposta elfa que estava sentada em sua cama com os braços ao redor dos joelhos, olhado para a janela, teve um leve sobressalto ao perceber a presença de seu visitante. O susto não foi maior pois ela já estava se acostumando a visitas inesperadas.
Enquanto Ohnos falava, ela olhava fixamente para ele, analisando cada movimento, cada expressão, então, ao terminar de ouvi-lo ela levantou com suavidade e foi se aproximando dele.

- É um prazer conhece-lo Ohnos, é notável que o prazer seria maior ainda se nosso encontro fosse físico e não apenas na minha mente – soltou uma risada maligna e sensual ao mesmo tempo- acho particularmente interessante o fato de conhecer meu esconderijo e minha identidade, afinal, apenas meus mestres marilistas e alguns poucos bartaluns como eu deveriam ter esse estas informações. Mas sua oferta me interessa, já que procuro kannon há algum tempo e adoro trazer o caos à vida dos inúteis teryonistas, além disso, me afastar um pouco desses orcs ignorantes e fétidos por um tempo seria ótimo. Porém, sua intenção ainda me deixa intrigada, afinal, quem é você?
avatar
Salenae
Marilista
Marilista

Feminino Número de Mensagens : 329
Localização : Blumenau- SC
Emprego/lazer : Farmacêutica
Nome do jogador : Salenae
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 12/09/2014

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
88/88  (88/88)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Ali Alkahaz em Qua Maio 17 2017, 16:36

Em Cena: Salenae
 
Com um sorriso no rosto, Ohnos foi se chegando para o lado de sua mais nova recruta para a missão no outro plano. A moça estava intrigada com certa razão, mas quando estavam frente a frente, quase tocando os narizes, o homem passou a mão pelo rosto de Salenae e o mero contato das pontas de seus dedos deixava uma chaga enorme naquela pele alva e imaculada, além é claro, da dor inconcebível. Entretanto, logo ele largou o toque, a dor parou e as marcas sumiram como se nunca tiveram existido. Aqueles olhos amarelos olhavam fundo no azul dos da marilista enquanto ele respondia àquelas dúvidas:
 
- Realmente é impressionante, mas depois que você explica, vira um truque de mágica qualquer e perde a graça. Entretanto, você é uma moça muito bonita, por isso eu vou fingir que sucumbi ao seu charme e vou contar. Assim não ficamos tão distantes…
 
Rapidamente ele tratou de se sentar na cama do lado da sua anfitriã para criar um falso senso de intimidade, coisa que eles não tinham, mas que para seres como eles, não era tarefa nem um pouco difícil fazer isso com as outras pessoas.
 
- Seu paradeiro realmente foi uma parte difícil, mas essa vai ter que ficar para outro dia, mesmo porque nem eu sei. Meu chefe foi quem descobriu e só me passou a localização. Não. Antes que você pergunte eu não posso dizer o nome do meu chefe sob pena de não ter mais a cabeça grudada sobre o pescoço. Chame-o de O Quarto. É assim que eu me refiro a ele também. Agora, sobre a sua identidade, para mim não é difícil. Eu não precisaria que alguém me contasse, eu só precisaria ver. Meus olhos enxergam o mundo de uma maneira muito diferente. Agora mesmo, enquanto admiro a beleza dessa elfa miserável que caiu nas suas garras, eu consigo ver com clareza e perfeição a sua faceta oculta. Vejo as asas, o rabo, o vestido, os cabelos, as unhas afiadas. É como uma sobreposição de imagens, mas ao mesmo tempo posso distingui-las sem dificuldade. Não sei se consigo me fazer entender. É difícil me expressar em palavras.
 
Entretanto, vinha a pergunta que desfez por um segundo o sorriso branco daquele homem. De toda forma, ele se sentia compelido a responder, mesmo que aquilo o desagradasse:
 
- Quem eu sou. Boa pergunta essa sua. Eu sou apenas um emissário de uma figura muito maior, mas cujo nome não é para ouvidos de gente como você. Chame-o apenas de O Quarto. É assim que eu o chamo também, já que do jeito que estou agora, minha garganta não consegue produzir um som que se aproxime da pronúncia correta de seu nome. Minha real identidade também não lhe interessa por hora, mas você virá a me conhecer melhor, então poderá tirar suas próprias conclusões. Tiraria toda a graça se eu contasse agora.
 
Dito isso o homem se afastou, colocou-se de pé mais uma vez, recolheu seu baralho, colocou-o de volta no bolso de sua calça escarlate e disse as últimas palavras antes de se mover em direção à saída:
 

- Quando chegar o dia e a hora de nossa partida eu virei busca-la. Até lá, finja que nada disto aconteceu e eu acho que não preciso dizer uma vez que nós vamos usar um portal para ir e voltar do outro plano, é melhor não tentar nenhuma gracinha comigo, senão você pode acabar por lá por um bom tempo… 

_________________
Narrador de Missões

Gosto do paladino, do guerreiro, do bárbaro, mas a classe mais poderosa é o mago porque o mago é IMPLACÁVEL!

Tamanho do banner deve obedecer ao padrão 500x100pixels

avatar
Ali Alkahaz
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1409
Localização : Fortaleza
Emprego/lazer : Estudante/Ver filmes
Nome do jogador : Fernando Lucas
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 15/08/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
88/98  (88/98)
Pontos de Dens:
53/53  (53/53)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Salenae em Qui Maio 18 2017, 14:43

Até aquele momento a bartalun cogitava a possibilidade de tudo aquilo ser um sonho, um sonho muito realístico no caso, mas ao sentir o toque de seu visitante ela teve a certeza que aquilo era real. Sentiu uma dor intensa e viu em seu rosto abrir uma imensa ferida ao observar seu reflexo no espelho, mas logo em seguida cessar e sumir. No momento que ele a feriu ela se assustou, arregalou os olhos e soltou um gunido de espanto. Mas ela não sentia naquele homem uma ameaça, contudo também não confiava plenamente nele, nem em ninguém na verdade.

- Meu caro Ohnos, seus talentos são bem aprazíveis. Sua oferta, muito me interessa, apesar de todo este mistério ao redor de seu mestre e você me causar curiosidade, realmente estou inclinada a aceitar sua oferta. – e sorriu, gentilmente, como se nada tivesse acontecido.


Salenae então deitou-se sobre os cotovelos em uma posição mais descontraída, mantinha o sorriso nos lábios, enquanto seus olhos corriam cada detalhe de seu visitante.


- De qualquer maneira, viajar pelos planos seguindo as ordens de um mestre misterioso com um nome engraçado, acompanhada de um dealer bonitão me parece muito mais divertido do que ficar aqui conversando com orcs.
avatar
Salenae
Marilista
Marilista

Feminino Número de Mensagens : 329
Localização : Blumenau- SC
Emprego/lazer : Farmacêutica
Nome do jogador : Salenae
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 12/09/2014

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
88/88  (88/88)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Ali Alkahaz em Qui Maio 18 2017, 23:52

Em Cena: Salenae
 
Os dois estavam se entendendo bem. De longe aquele parecia ter sido o recrutamento mais fácil e Salenae o membro mais promissor da expedição, mas Ohnos não deixaria que ela soubesse disso. Inflar seu ego daquela maneira antes mesmo de saírem de Terrokron poderia comprometer a missão de maneira irreversíveis e seriamente danosas. Era melhor como estava, pelo menos por agora.
 
Já na saída da tenda de Salenae, Ohnos olhou para ela de cima a baixo e suspirando, ele falou suas últimas palavras:
 
- Ainda tenho alguns preparativos para fazer até que nós saiamos para viajar. Quando chega a hora eu voltarei para lhe buscar e dessa vez será fisicamente. Eu devo estar já com todos os membros da nossa expedição. Por favor, não estranhe, mas teremos várias ideologias a bordo. Seja “boazinha”, hein?
 

Quando Ohnos finalmente saiu o sonho acabou e Salenae acordou um pouco sobressaltada. Não parecia haver realmente nenhum vestígio que comprovasse a sua passagem… a não ser pelas cartas que ele havia usado durante a conversa. Estavam as três lá, mas ainda com as faces antigas: a elfa de olhos azuis, o castelo teryonista e o jovem Kannon com o símbolo emylista sobre sua cabeça. Do lado de fora o mesmo cheiro fétido de orcs que ela tanto desgostava, mas a esperança de algo de interessante para fazer e que talvez mudasse os rumos de sua história pessoal.

_________________
Narrador de Missões

Gosto do paladino, do guerreiro, do bárbaro, mas a classe mais poderosa é o mago porque o mago é IMPLACÁVEL!

Tamanho do banner deve obedecer ao padrão 500x100pixels

avatar
Ali Alkahaz
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1409
Localização : Fortaleza
Emprego/lazer : Estudante/Ver filmes
Nome do jogador : Fernando Lucas
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 15/08/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
88/98  (88/98)
Pontos de Dens:
53/53  (53/53)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Salenae em Seg Maio 22 2017, 12:13

A bartalun sorriu, o alerta de Ohnos não a preocupava, afinal, ela sabia muito bem lidar com outras ideologias, fingindo ser algo que não é, e, de preferência, conseguindo mais seres para o marilismo.
Ao despertar, Salenae, com um suspiro, levantou-se rapidamente ficando sentada na cama, sentido-se levemente desnorteada. Quando percebeu as cartas, ela levantou e as pegou, colocou-as contra a luz e as observou atentamente.
 Aquilo a intrigava ainda mais sobre os poderes de seu visitante, pois aquelas cartas mostravam que sua presença não era exclusivamente mental, ele conseguiu realmente interagir com o aquele ambiente, não era uma mera ilusão.
E tudo aquilo a animava, aquelas cartas provavam que era real, que uma aventura estava por vir e ela ficaria um tempo longe daqueles orcs, daquele tédio.
Ela guardou as cartas em sua bolsa e aguardou... seguiu sua rotina diária, esperando ansiosamente a volta de seu visitante misterioso.
avatar
Salenae
Marilista
Marilista

Feminino Número de Mensagens : 329
Localização : Blumenau- SC
Emprego/lazer : Farmacêutica
Nome do jogador : Salenae
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 12/09/2014

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
88/88  (88/88)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Ali Alkahaz em Seg Maio 22 2017, 23:59

Em Cena: Salenae
 
De fato, Salenae voltaria para sua vidinha odiosa naquela imundice, tendo que lidar com aquelas monstruosidades quase inteligentes que moravam ali e que bem ou mal faziam a segurança do lugar. Passaram-se pouco mais de duas semanas desde a “visita” de Ohnos em seus humildes aposentos.
 
Foi numa tarde de marasmo, quando estava já um tanto sonolenta por conta do tédio, que foi abordada em sua tenda, por um orc. A figura era horrenda aos olhos, ainda mais para a bartalun que era um poço de beleza e charme em ambas as formas. Chegava a ser contrastante, senão, uma piada de mal gosto.
 
Ele trajava uma armadura de couro batido como quase todos, salvo os de posição hierárquica mais elevada. Consigo ele carregava um rolo de papel enrolado com uma fita e selado com cera. Ele abriu o rolo de pergaminho, e leu para Salenae:
 
- Salenae, minha querida. Eu quase me esqueci de uma coisa importante. Você terá que se passar por mombranista na expedição, por questões de conveniência. Espero que não se importe com essa mentirinha, mas tive que conta-la pelo bem da integridade do grupo. Espero que esteja com seu discurso ateísta em dia, porque vai precisar.
 
No momento estou deveras ocupado fazendo os preparativos finais para nossa jornada. Ainda devo demorar um pouco mais a retornar. Se quiser falar é só dormir com as cartas debaixo da cabeça e eu te encontrarei nos seus sonhos. A propósito, não se preocupe com esse orc mensageiro. Ele está, como direi? “Sonhando acordado” e nem percebe o que faz.
 
Assinado, Ohnos.

_________________
Narrador de Missões

Gosto do paladino, do guerreiro, do bárbaro, mas a classe mais poderosa é o mago porque o mago é IMPLACÁVEL!

Tamanho do banner deve obedecer ao padrão 500x100pixels

avatar
Ali Alkahaz
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1409
Localização : Fortaleza
Emprego/lazer : Estudante/Ver filmes
Nome do jogador : Fernando Lucas
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 15/08/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
88/98  (88/98)
Pontos de Dens:
53/53  (53/53)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Salenae em Seg Jun 26 2017, 17:16

Quando a criatura corpulenta se aproximou de seus aposentos a bartalum se assustou, pois era incomum algum deles vir importuná-la, logo, ela imaginou que algo estava errado, mas logo percebeu que o orc agia estranho, com o olhar fixo e falando correto demais... Então tudo fez sentido quando o própio orc falou que estava em um estado de sonambulismo.
Com relação a se passar por mombranista, não a assustava, pois já estava mais que acostumada a fingir ser algo que não é.
Ela pegou a carta da mão do orc, e o obeservou se afastar, como se nada tivesse acontecido.

Naquela noite ela dormiu com a carta sob o travesseiro.
avatar
Salenae
Marilista
Marilista

Feminino Número de Mensagens : 329
Localização : Blumenau- SC
Emprego/lazer : Farmacêutica
Nome do jogador : Salenae
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 12/09/2014

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
88/88  (88/88)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Ali Alkahaz em Qui Jun 29 2017, 19:51

Em Cena: Salenae
 
Quando a escuridão tomou conta e Salenae caiu nas garras do sono, conforme ela havia sido avisada que aconteceria, Ohnos veio encontra-la em seus sonhos, pois ela havia dormido com a carta deixada por ele debaixo da cabeça.
 
Os dois haviam sido reunidos em outro lugar que não o quarto dela. Era uma sala enorme, um pouco mal iluminada, afinal era toda fechada e a única luz provinha de alguns archotes nas paredes. Ohnos estava lá, mas parecia não estar esperando por ela, mas sim ocupado com alguma coisa. Dentro daquele grande salão de pedra não havia nada além de algumas cadeiras de madeira distribuídas aleatoriamente pelo ambiente, Ohnos, uma mesa, uma anã idosa amarrada a essa mesa e uma pequena bancada com uma série de utensílios que à primeira vista pareciam “médicos”.
 
Dentro do lugar havia apenas um som, o choro copioso da pobre senhora que implorava a Nara-Lan que aquele pesadelo parasse. Passados alguns instantes que Salenae havia chegado àquele ambiente, o homem pareceu percebe-la, virou-se para encarar a bartalun, revelou que estava vestindo um avental imundo de sangue e outros fluidos. Ele limpava as mãos com uma toalha, pois estavam nas mesmas condições do avental e foi dar as boas-vindas a sua aparente visitante:
 
- Olá! Não pensei que fosse me chamar assim tão cedo. Você acabou me pegando no meio de um servicinho em outro sonho. Coisa boba, a velha já está no papo. Mais um pouco e ela afrouxa.
 
- Seu animal! Seu monstro! Piedade…
 
- CALA A BOCA, VELHA!
 
Olhando por cima do ombro daquele sujeito esquisito de cabelos vermelhos, a marilista via que a senhora em questão estava aberta do umbigo para baixo, completamente dividida, de modo que suas pernas estavam abertas num ângulo muito esquisito, dando uma visão privilegiada de toda a anatomia interna da senhora. Sistema reprodutor… excretor… tudo ali exposto, meio esparramado sobre a madeira. Ohnos pensou em abraçar a bela “elfa”, mas hesitou ao lembrar do avental e recuou no meio do movimento. Tinha seu característico sorriso confiante no rosto exibindo toda a perfeição de seus dentes branco e que só se desfazia quando ele falava, como naquele momento:
 

- Então, em que posso lhe ser útil, docinho?

_________________
Narrador de Missões

Gosto do paladino, do guerreiro, do bárbaro, mas a classe mais poderosa é o mago porque o mago é IMPLACÁVEL!

Tamanho do banner deve obedecer ao padrão 500x100pixels

avatar
Ali Alkahaz
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1409
Localização : Fortaleza
Emprego/lazer : Estudante/Ver filmes
Nome do jogador : Fernando Lucas
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 15/08/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
88/98  (88/98)
Pontos de Dens:
53/53  (53/53)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ep. 1 - Salenae

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum