Capitulo 2 - Naaskajgor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Iscalis Quo em Ter Maio 09 2017, 23:10

Consideraçoes off: Ola Roberto, iniciamos aqui os jogos do nosso e-book. O tempo para a resposta do post é de até 7 dias. Qualquer duvida é so perguntar.

Capitulo 2 - Naaskajgor


Fogo. Um elemento indomavel, voraz, mas essencial. Conte-lo garante luz e calor, protegendo do frio e da escuridão. Mas basta um pequeno descuido para que se espalhe e consome tudo o que estiver ao alcance. Nas profundezas da terra ele rasteja sorrateiro, esperando uma oportunidade de escapar e devorar a superficie. Quando o céu despeja sua furia crua na floresta, é ele que surge para continuar a destruição. A pequena fogueira é um alivio para os viajantes cansados e famintos, a comida quente alegra o espirito. Mas um pequenos desleixo e o capim vira condutor para se crescimento, e aqueles que agradeciam agora berram com seu toque. Até o sol parece ser dominado por esse elemento, e algumas vezes, ate mesmo a agua. 

Naquele dia fatidico Naala surgiu no mundo, sem gestação ou choro. Apenas apareceu, simples assim. A primeira coisa que sentiu foi a luz ao abrir os olhos, e o calor que vinha de si. Ao seu elfo criador Ragnar chamou de pai e dele aprendeu sobre o mundo como uma criança, o que tecnicamente era mesmo. Muita coisa ele demonstrava enorme empolgação, em outras discordava silenciosamente, como quando Ragnar lhe explicou sobre as ideologias e definiu que o emylismo era correta. Não parecia assim para o fada. De maneira peculiar, ele tinha ate mesmo irmãos. Mas a empolgação inicial logo demonstrava uma diferença abismal. As outras fadas não pareciam ter o mesmo nivel intelectual de Naala, eram mais como pequenos animais ou crianças eternamente subdesenvolvidas.

A região do Lago da Dadiva Kalaidrina era seu lar, mas dali partiria em breve junto a seu pai para concluir junto a ele sua grande missão. Infelizmente outras forças tinham planos diferentes para os eles. No dia do ataque dos marilistas, Naala e Ragnar se viram encarando um numero enorme de inimigos. Por sorte o exercito de fadas gerado pelo elfo do céu estava pronto para defende-los. Naala liderou as tropas de minusculos seres em um ataque inesperadamente feroz, que pegou de surpresa os agressores e limou um bom numero deles de cara. A batalha porem se seguiu ardua, com o fada tendo que utilizar de todo seu poder para vencer. Infelizmente isso não foi o suficiente para salvar seu pai. Quando percebeu, o maldito minotauro estava golpeando sem pena o corpo ja sem vida de Ragnar. Com uma satisfação medonha então comandou as tropas marilistas para recuarem. Haviam alcançado seu objetivo.

O fada enterrou seu pai a beira do lago, e usou sua espada como um monumento de sua coragem e sabedoria em vida. Agora a sua chama interior havia acendido com a ira, e os marilistas eram suas presas. Iniciou sua vingança nas pequenas aldeias proximas ao Fosso do Inferlis, as mais vulneraveis a ataques rapidos e mortais, deixando para trás apenas um rastro de cinzas. Vez ou outra interrogava um marilista em busca de pistas sobre o artefato do dragão, a missão de seu pai que agora tomava para si, mas ate ali não tinha tido nenhuma sorte.

O vilarejo de Nirgut queimava as suas costas com uma facilidade inacreditavel, levantando chamas que brilhavam como uma estrela na noite querendo alcançar o céu. A sua frente um habitante da cidade, caido ao chão a mercê de Naala.

- Me deixe em paz !!!

_________________
Narrador de Missões

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Iscalis Quo
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 962
Nome do jogador : Vandal
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 14/06/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
60/79  (60/79)
Pontos de Dens:
38/72  (38/72)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Naala em Sex Maio 19 2017, 22:52

- Ah... O cheiro de marilistas queimando na noite...
Naala seguia sorridente por entre os restos carbonizados de construções e de corpos inimigos espalhados pelo que, até menos de 1 hora atrás, era uma aldeia.
Sua procura pelos malditos que mataram seu mestre ainda estava sem frutos, mas estava convencido de que se continuasse atacando indiscriminadamente os vilarejos e aldeias do fosso em algum momento eles apareceriam. Tudo bem que existia mais diversão nisso do que ele gostaria de admitir, mas... Quem liga?

- Me deixe em paz!!!
Naala observava aquela criatura desprezível com certa curiosidade. Ainda não sabia exatamente o porquê de ter poupado logo ele, mas isso não importava. O que importava eram as respostas que ele queria.
Sem fazer um som, o fada mexe o dedo indicador em círculos, fazendo uma espiral de chamas sair do meio da fogueira que era a vila e se aproximar deles. Um leve sorriso aparece nos lábios do feérico enquanto a espiral se aproxima do sobrevivente.
- Você vai falar o que eu quero. Se não falar, sua vida não terá um fim para que você encontre sua divindade corrupta.
O fada faz com que a espiral paire logo acima dos pés do serzinho repugnante abaixo dele.
- Vamos nos divertir.
O sorriso do fada torna-se maldoso.

_________________
Eu quero viver para sempre, ou morrer tentando.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Naala
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1222
Localização : Numa jogatina pertinho de você!
Emprego/lazer : Ferroviário
Nome do jogador : Roberto Machado
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 20/11/2007

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
21/86  (21/86)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Iscalis Quo em Seg Maio 22 2017, 20:50

Capitulo 2 - Naaskajgor


Um padrão irregular que seguia nos dias após a morte de Ragnar, o elfo do céu a quem Naala devia tudo o que era. Certamente ele não tinha aprendido aquela violencia e impeto descontrolado com seu mestre calmo e calculista. Era algo em sua propria natureza, que sempre estava atrelada de uma maneira ou de outra ao elemento do fogo. O incendio tinha se espalhado rapido pela aldeia feita basicamente de madeira seca, auxiliada por panos e oleos, alem da mata baixa ao redor. Que providencial que estocassem tanta gordura de animais em cada casa ! Se era pra vender, apenas cozinhar ou fazer algum tipo de ritual agora não importava. Importava que era um otimo combustivel, bastando apenas um pequeno incentivo para pegar fogo. A aldeia agora parecia um farol na noite, e quem não via a luz alaranjada subir aos céus, pelo menos tinha a coluna de fumaça para suspeitar do que estava acontecendo. 

Não apenas as estruturas mas os habitantes tambem tinham sido pegos de surpresa pelo fogo repentino. Muitos ficaram presos em suas proprias casas sufocaram com a fumaça queimando-lhes os pulmões. Outros cercados pelas chamas por todos os lados assaram vivos em desespero. E aqueles que conseguiam fugir achando que tiveram sorte encontravam o azar nas mãos de Naala que aguardava ansioso por cada um deles. O calor infernal e a fumaça toxica seriam incomodas qualquer um, mas não aquele denin. Inspirar o fedor asfixiante dos materiais queimados e o cheiro nauseante de pessoas queimadas para ele parecia ser...inspirador. Infelizmente ate ali nenhum marilista tinha lhe dado a informação que queria sobre o assassino de seu mestre, o que tinha ate seu lado bom. Mais aldeias iam ser queimadas por isso. Uma hora ou outra iriam procurar o incendiario, e provavelmente alguem que sabia de algo.

O aldeão via aquele evento sobrenatural do fogo que rodeava sobre ele de maneira impossivel. Assustado, ainda que não admitisse, ele se arrastava para trás usando apenas a força dos braços. Sabia o que aquilo significava. Aquela minuscula fada era um denin. O domino do fogo e a crueldade contidas naquele ser apontavam para que ele fosse um emissario de Marilis. Mas contrariando todas a evidencias, a fala do pequenino desprezava o zhanrir inferior.

- Eu não sei o que é que você quer, seu vaga-lume dos Inferlis ! Espero que esteja se divertindo bastante mesmo teryonista nojento, porque Materyon vai cuspir na sua cara depois do que você fez. E ai Marilis será seu unico mestre !!!

Em um surto de coragem insana que so um marilista poderia ter, o homem grisalho de rugas profundas lançava seu desafio na esperança de que o fada se arrependesse consumido pela culpa ou fosse convertido pelos caminhos do malevolo, poupando-o do destino que se apresentava naquela espiral hipnotica e incandescente.

_________________
Narrador de Missões

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Iscalis Quo
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 962
Nome do jogador : Vandal
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 14/06/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
60/79  (60/79)
Pontos de Dens:
38/72  (38/72)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Naala em Seg Maio 29 2017, 21:27

Graças às palavras de "coragem" ditas por aquele ser inferior, o feérico olhava agora com certo nojo e até mesmo como se tivesse sido insultado. Ele aproxima as chamas que estavam sob seu controle dos pés do indivíduo, seus minúsculos olhos refletindo as chamas.
- Agora você vai sofrer. Uma coisa é ser burro a ponto de seguir uma entidade que só lhe traz sofrimento, outra é me xingar, seu cabeça oca. Pra sua sorte, eu não sou um desses fanáticos de materyon. Eu sou totalmente livre.
Dito isso, ele começa a tortura. Ele faz o redemoinho de chamas subir lentamente da ponta dos pés até a altura da canela, um sorriso maléfico no rosto enquanto ele repete as mesmas perguntas de sempre.
- Onde está o grupo que atacou o lago da dádiva kalaidrina? Quem era aquele Minotauro que os liderava? O que você sabe sobre o artefato do dragão?
avatar
Naala
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1222
Localização : Numa jogatina pertinho de você!
Emprego/lazer : Ferroviário
Nome do jogador : Roberto Machado
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 20/11/2007

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
21/86  (21/86)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Iscalis Quo em Seg Jun 05 2017, 22:39

Considerações off: Eu vi esse momento ultron hein. "I have no strings on me"


Capitulo 2 - Naaskajgor

Não havia nenhuma forma de ajuda a vista. Sendo uma vila isolada, demoraria dias ate que alguém viesse saber o que aconteceu e ai providenciar algum socorro. Até la não restaria mais nada, apenas o esqueleto carbonizado das casas. E das pessoas. E a fada não parecia sentir nenhum ressentimento ou culpa sobre aquilo. Será que nascera desprovido dessas qualidades ?

Era difícil respirar o ar cheio de fumaça. O ambiente estava saturado de faíscas frágeis, como uma chuva que nunca caia. A pequena espiral parecia um mini-furacão, uma lingueta que se esticava do foco do incêndio ate diante de Naala. O homem continuava a recuar se arrastando no chão, agora apavorado por sua ideia não ter funcionado. A fada estava com ainda mais raiva ! Sem conseguir ser rápido o bastante, o fogo pegou seu pés e começou a queimar seus sapatos e calça, fazendo-o berrar

- Aaaaaaaaaaarggghhh ! Eu não sei ! NÃO SEI !!!

Batia as pernas no chão com mais força do que era sensato.Agora desesperado com uma dor crescente, o homem tinha perdido toda a coragem e ate mesmo a faculdade de um raciocinio completo. 

- NORTE ! NORTE !

Gritou, implorando para que aquilo parasse. Não queria ser imolado vivo como muitos dos outros aldeões. Ele não demonstrava, pois mostrar sensibilidade entre marilistas era considerado fraqueza, mas a agonia dos que queimavam na cidade perturbava sua mente. Que morressem todos se ele pudesse sair dali vivo. Naquele momento algo se moveu na mata escura próxima a Naala , balançando de maneira muito sutil as folhas altas. O homem olhou esperançoso de uma ajuda inesperada. Tateou no chão um galho. A fada teria que dar atenção a ele ou a mata, e qualquer que fosse a escolha seria surpreendido por um ataque no outro ponto.

_________________
Narrador de Missões

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Iscalis Quo
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 962
Nome do jogador : Vandal
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 14/06/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
60/79  (60/79)
Pontos de Dens:
38/72  (38/72)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Naala em Seg Jun 12 2017, 22:51

[Off] Cara... O Naala sempre foi assim.... rsrsrsrsrs... Desde a criação dele tantos anos atrás... [\off]

Norte. FINALMENTE uma informação... Naala sentia um pouco de tristeza, no entanto, pois isso significava que sua diversão poderia chegar ao fim mais cedo... Ou pelo menos sua diversão com esses fracotes.
- Muito obrigado, cabeça oca... enquanto você queima um po...
Nesse momento o feérico percebe a movimentação estranha e reage por instinto. Como estava à uma distância relativamente curta do seu objeto de divertimento e as folhas mais altas estavam mais distantes, ele voa rapidamente para trás, de maneira diagonal, ficando a cerca de 5 metros de distância de ambos os objetos e assim podendo ficar de olho no que poderia acontecer. Ele acena com a mão esquerda para seu mini-exército comandando as outras fadas de maneira que elas verifiquem o perímetro, pra ter certeza de que qualquer que fosse o problema elas estariam prontas a atacar.
- Você ainda não me respondeu sobre o artefato, bunda mole. Você quer morrer rápido ou apenas sofrer bastante até eu enjoar de brincar com você?

_________________
Eu quero viver para sempre, ou morrer tentando.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Naala
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1222
Localização : Numa jogatina pertinho de você!
Emprego/lazer : Ferroviário
Nome do jogador : Roberto Machado
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 20/11/2007

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
21/86  (21/86)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Iscalis Quo em Seg Jun 19 2017, 22:07

Considerações off: Estou considerando que o Naala esta longe do exercito de fadas nesse momento, que as poucas que sobreviveram ao embate com os marilistas ficaram no Lago da Dadiva, com exceção de uma. Para se defender do ataque jogue 1d20. A forma como for descrita a defesa poderá gerar bonus no dado

Capitulo 2 - Naaskajgor


A situação parecia ter se invertido de uma hora para outra, mas Naala usou sua vantagem aerea para se posicionar de uma melhor maneira. Mesmo assim sua vitima precisava agir naquele momento. Enquanto o torturador subia e se afastava, o velho aproveitou o momento no qual a pequena criatura se afastava cautelosamente, e arremessou o galho na direção dele 

Aldeão: - Quem vai morrer é você, sua barata falante !

O pedaço de madeira era um objeto mudano, longe de ser considerada uma arma propria, mas sua dureza lhe concedia uma ferramenta improvisada e desesperada. Neste caso o dano poderia ser realmente perigoso se acertasse, pois o corpo pequeno era muito mais vulneravel a qualquer golpe. Alem disso, ser atingido por um objeto "massivo" poderia faze-lo cair, momento no qual o aldeão esmagaria o denin com as mãos ou os pés sem qualquer hesitação. O velho marilista tinha uma pequena dose de coragem, e uma grande de desespero para tentar acertar uma alvo tão pequeno naquelas condições. Esperava que mesmo que não acertasse, o emboscador aproveitaria a brecha para finalizar a fada de alguma maneira engenhosa. A mata balançou naquele mesmo instante e dela surgiu...uma fada ! Era ligeiramente parecida com o proprio Naala, mas tinha feições mais longas, puxadas para os lados, como se alguem estivesse constantemente lhe puxando as bochechas. Seus olhos eram mais fechados e sua boca grande. O denin assistiria seu aliado chegar no momento chave, enganando o aldeão rabugento e ferido

Fada: - E aeee Naaala, qual é a boa ?

A aparecia era de um menino minusculo com asas, uma contraparte masculina e infantil do habitual corpo feminino dessa criaturas. Embora as fadas criadas pela tecnica do falecido Ragnar fossem muito primitivas, com a exceção marcante de Naala, por algum motivo este em particular tinha uma mentalidade mais sofisticada do que os outros. Ele era capaz de articular frases longas, demonstrar uma personalidade, e um bom nivel de raciocinio. Porem não levava nada a serio, perdia atenção rapidamente e não conectava bem duas partes de uma mesma informação. O mesmo demonstrou estar completamente alheio ao que estava acontecendo no momento que chegou.

Fada: - Ta se divertindo neee ! Eita, que isso ! Cuidado cara !

Dizia apontando para o velho como se não tivesse sido visto ainda, assustado demais com o que acontecia para tomar alguma atitude em defesa de seu irmão de raça. O velho, porem, olhou incredulo para aquela cena. Outra fada havia aparecido ! Marilis realmente queria levar a alma dela a todo custo, era a unica explicação que formava enquanto amaldiçoava a nova criaturinha


Última edição por Iscalis Quo em Ter Jun 20 2017, 09:25, editado 7 vez(es)

_________________
Narrador de Missões

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Iscalis Quo
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 962
Nome do jogador : Vandal
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 14/06/2013

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
60/79  (60/79)
Pontos de Dens:
38/72  (38/72)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Rolador de Dados em Seg Jun 19 2017, 22:07

O membro 'Iscalis Quo' realizou a seguinte ação: Lançar dado


'20' :
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Resultado :
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Rolador de Dados

Masculino Número de Mensagens : 28964
Nome do jogador : bot
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 13/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Naala Ontem à(s) 02:34

[Off] Rolagem do dado (que os deuses o ajudem)[/off]


Última edição por Naala em Ter Jun 27 2017, 02:37, editado 1 vez(es)

_________________
Eu quero viver para sempre, ou morrer tentando.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Naala
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1222
Localização : Numa jogatina pertinho de você!
Emprego/lazer : Ferroviário
Nome do jogador : Roberto Machado
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 20/11/2007

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
21/86  (21/86)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Rolador de Dados Ontem à(s) 02:34

O membro 'Naala' realizou a seguinte ação: Lançar dado


'20' :
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Resultado :
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Rolador de Dados

Masculino Número de Mensagens : 28964
Nome do jogador : bot
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 13/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Naala Ontem à(s) 02:56

[Off] Com essa rolagem, ferrou... Vai ter que ser uma ação digna de um mega escritor... [/off]

De uma certa maneira, Naala teve uma grande dose de sorte. Seu corpo diminuto e a distância ajudavam enormemente na maneira com que ele poderia se desviar daquela arma improvisada. Uma maior sorte, no entanto, tinha sido o fato de que das folhas havia saído um aliado, não um inimigo.
Ao ver o velho alcançar o galho e se preparar para arremessá -lo, o fada não pensou 2 vezes: voou na direção do outro feérico de maneira que este ficasse entre ele e o galho arremessado servindo como um escudo para Naala.

Fada: - Ta se divertindo neee ! Eita, que isso ! Cuidado cara !

Aquele ataque vindo do velho marilista tinha deixado Naala com mais raiva, fazendo com que seu brilho mudasse um pouco de tonalidade, tornando-se mais avermelhado. Agora era hora do fada se divertir de verdade.

_________________
Eu quero viver para sempre, ou morrer tentando.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Naala
Clifista
Clifista

Masculino Número de Mensagens : 1222
Localização : Numa jogatina pertinho de você!
Emprego/lazer : Ferroviário
Nome do jogador : Roberto Machado
Warn :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 20/11/2007

Ficha do Personagem
Nível: 1
Pontos de Vida:
47/47  (47/47)
Pontos de Dens:
21/86  (21/86)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitulo 2 - Naaskajgor

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum